Ficai Atentos e Orai!

site+ Sergio da Rocha
Arcebispo de Brasília

Estamos iniciando o novo Ano Litúrgico, com a celebração do primeiro domingo do Advento. A Igreja nos ensina que “o tempo do Advento possui dupla característica: sendo um tempo de preparação para a solenidade do Natal, em que se comemora a primeira vinda do Filho de Deus entre os homens, é também um tempo em que, por meio desta lembrança, voltam-se os corações para a expectativa da segunda vinda do Cristo no fim dos tempos. Por este duplo motivo, o tempo do Advento se apresenta como um tempo de piedosa e alegre expectativa”(Normas sobre o Ano Litúrgico, n. 39). A cor litúrgica roxa, utilizada neste tempo litúrgico, nos convida à penitência e à conversão, em vista do advento de Cristo. O modo como iremos celebrar e viver o Natal dependerá muito de como nos dispomos a viver este tempo litúrgico.

A Liturgia da Palavra nos mostra como deve ser a nossa preparação para o Advento do Senhor. No Evangelho, Jesus Cristo nos diz: “ficai atentos e orai a todo o momento” (Lc 21, 36). Ao invés do medo, as nossas atitudes devem ser a vigilância sobre a própria conduta e a oração, assim como, a prontidão e a confiança em Deus, segundo a palavra proclamada: “levantai-vos e erguei a cabeça, porque a vossa libertação está próxima” (Lc 21,28). A Primeira Carta de São Paulo aos Tessalonicenses nos exorta a viver “na santidade, sem defeito aos olhos de Deus”, através do amor entre nós e para com todos (1Ts 3,12). A vigilância exige uma séria atitude de conversão. Ninguém deverá jamais se acomodar em seu itinerário de vida cristã, mas deverá crescer sempre em santidade, “fazendo progressos ainda maiores”, especialmente na vivência do amor ao próximo. Para tanto, suplicamos com o salmista: “mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada!” (Sl 24). Necessitamos da sabedoria e da graça de Deus para viver bem este Advento e, assim, preparar bem o nosso encontro com o Senhor. Seja este Advento, tempo de reconciliação e de paz, a começar da nossa vida em família.

Em todo o Brasil, neste período, realiza-se a Campanha para a Evangelização, a ser concluída no terceiro domingo do Advento, com uma coleta, lembrando que  somos todos responsáveis pela evangelização e, por isso, devemos oferecer também a nossa partilha para a sustentação da ação evangelizadora da Igreja.

Durante este Advento, teremos a graça de iniciar um Ano Santo Extraordinário, oJubileu da Misericórdia, proclamado pelo Papa Francisco. A abertura da “Porta Santa” ou “Porta da Misericórdia” ocorre Roma, na Basílica de S. Pedro, no dia 08 de dezembro, e em todas as Catedrais, no dia 13 de dezembro.

Os comentários estão fechados.

Hospedado em:PrestTEC - Serviços em TECNOLOGIA